x
Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Saiba mais
Educar para prevenir
Publicado no ano passado, por Portal da Diálise
Fotojornalista documenta a sua experiência de viver com uma doença crónica

 

Luna Coppola, fotojornalista de 32 anos, descobriu que sofria de Doença Renal Crónica (DRC) em 2004 e assim viveu na última década. Primeiro viveu a doença em silêncio e quando a doença atingiu o seu ponto inevitável voltou-se para a diálise.

 

Foi nesta altura que a fotojornalista decidiu documentar a sua batalha virando a lente para si mesma com o intuito de capturar a exaustão, auto-consciência, o medo e a esperança que ela experimentou enquanto aguardava o único tratamento realmente eficaz para a sua doença - um transplante de rim.

 

 

Segundo Luna Coppola " os sintomas manifestam-se  num estágio avançado, quando não se pode voltar atrás, para que tente ir em frente e adaptar-se ".

 

Pré-diálise

 

Na série resultante, "Conectado a Auto-vida e Re-vida", a fotógrafa apresenta os variados momentos que antecederam a sua cirurgia de transplante, que vão desde a terapia de diálise peritoneal contínua para a inserção de cateteres. Voltando um diário de auto-retrato em preto e branco numa forma de contar histórias que lança luz sobre as realidades da maioria dos pacientes com DRC, ela fornece um íntimo, muitas vezes difícil, vislumbre do mundo de crónica doença.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Inserção do cateter peritoneal

 

Diálise em casa (diálise peritoneal)

 

Luna Coppola decidiu-se por este tipo de diálise como forma de manter o seu estilo de vida, pois a maioria dos doentes em Diálise Peritoneal Contínua precisa de efectuar 3 ou 4 trocas diárias. A drenagem do líquido requer entre 10 a 20 minutos e a duração da infusão da nova solução é de 5 a 10 minutos.

Hora do Banho

 

Para a aprendizagem são necessárias entre uma a duas semanas, não sendo necessárias agulhas. O tratamento pode ser feito em casa, no local de trabalho ou outro local que tenha condições adequadas, podendo ser adaptado a diversos horários consoante as necessidades.

A troca (connected-to-selflife-and-relife)

 

É preciso dispor de espaço em casa para guardar o material necessário à realização da terapêutica. A dieta e a ingestão de líquidos habitualmente são menos restritivas do que no tratamento de hemodiálise.

 

"Estou convencida de que, através do meu auto-retrato, como uma nova forma de fazer fotojornalismo, eu posso revelar toda a espera, o cansaço, e a força de todas aquelas pessoas que enfrentam esta doença todos os dias ", explica a fotojornalista. "É um meio pelo qual testemunhar a realidade através das emoções e não por acções."

Diálise Peritoneal Automática (DPA)

 

O telefonema - Transplante Renal

 

"É uma maneira de lidar com o medo que se sente quando algo desconhecido é voltado para nós", ela acrescentou.

 

O projecto de Coppola culmina no seu transplante e regresso a casa, ao fim de um ano longo ritual de receber tratamentos de diálise peritoneal em casa - um procedimento que envolve a inserção de um cateter em seu abdómen que transporta solução de diálise dentro e fora.

O Corredor - Bloco Operatório

 

Auto-retrato com novo rim

 

"Nesta fase da crise económica e política de austeridade do governo que deveria ser obrigatório para desenvolver diálise peritoneal para ambos os seus melhores resultados e para o seu menor impacto sobre a economia do sistema de cuidados de saúde", reiterou Coppola.

Conceito de Diálise Peritoneal

 

A Diálise Peritoneal utiliza uma membrana natural como filtro - o peritoneu. O fluido de diálise é introduzido na cavidade peritoneal através dum pequeno tubo flexível, que foi previamente implantado no abdómen de forma permanente, numa intervenção cirúrgica menor. Uma parte deste tubo, o cateter, permanece fora do abdómen e permite a conexão às bolsas de solução de diálise. O cateter fica escondido por baixo da roupa.

 

Enquanto o líquido se encontra na cavidade peritoneal, dá-se a diálise: o excesso de água e resíduos passam do sangue, através da membrana peritoneal, para a solução de diálise.

 

A solução é mudada periodicamente, num processo que é designado por "troca".

 

Existem duas modalidades de diálise peritoneal que o doente pode fazer em casa: a Diálise Peritoneal Automática (DPA) e a Diálise Peritoneal Contínua Ambulatória (DPCA). Os profissionais de saúde do seu hospital treiná-lo-ão de modo a que consiga realizar o processo de diálise sem assistência em sua casa, ou com a ajuda de um familiar, se for necessário.

Cicladora - Diálise Peritoneal

 

Ao efectuar Diálise Peritoneal, em qualquer modalidade, é importante fazer as trocas numa zona limpa e isenta de correntes de ar, em condições de assepsia, para prevenir a ocorrência de infecções.

 

Muitos doentes em todo o mundo escolhem a Diálise Peritoneal por ser mais confortável e flexível, proporcionando-lhes mais liberdade para manter o seu estilo de vida.

 

Luna Coppola

Baxter

Huff Post


Leitura recomendada

 

Transplante Renal

Diálise Peritoneal

 

Comentários

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Comentários





  1. realmente toda a historia é comum a muitos outros doentes em que o sofrimento que nao é quantificável

  2. Super bacana. É extremamente difícil para nós pacientes renais crônicos, expor essa realidade, geralmente, cria-se um mundo bem particular para viver tal situação, entretanto as fotos reflete o nosso cotidiano, com uma sensibilidade linda. Gostei muito, corajosa e bela atitude. Muito Bacana.

  3. Faço hemodialise a um ano ,foi mto dififcil a minha adaptaçao,as vezes ainda passo mau,mas nao posso fazer a dialise pq tenho rins policisticos e estao mto inchados.....esta sendo mto ruim....

  4. Parabéns pela brilhante reportagem. Sou paciente renal crônica e faço diálise peritonial em casa, diariamente. Estou na fila por um transplante há quatro anos e vivo minha vida normalmente, com um mínimo de interferência, por causa da diálise. Esperança é o sentimento que me move. Frances Silveira Cardos, Santos - São Paulo/Brasil

Artigos em Destak
Dossiê Renal
Videos
Eventos

Artigos em destak
Lidas
Transplante Renal e Diabetes

Apesar de existirem diversos estudos que avaliam e analisam a qualidade de vida de pessoas com doença renal crónica, poucos têm abordado a qualidade de vida de doentes que foram transplantados, as suas preocupações e os novos desafios que surgem após a cirurgia, como o reconhecimento de sinais e sintomas associados à infecção e rejeição

O que é a Vasculite

As Vasculites podem ser definidas como uma inflamação dos vasos sanguíneos e são doenças auto-imunes. Isto significa que os mecanismos do nosso organismo, que nos deviam proteger de agressões externas, como as infecções, perdem a capacidade de distinguir entre o que é um agente estranho (algo mau) e um tecido que pertence ao próprio organismo, começando a atacar órgãos saudáveis do nosso corpo (neste caso os vasos sanguíneos), causando-lhes lesões.
 

História da Diálise (Parte 3) Dos primeiros estudos do peritoneu à Diálise Peritoneal

A Diálise Peritoneal – um dos tratamentos disponíveis da Insuficiência Renal Crónica – tem, a nível mundial, menos adeptos do que a hemodiálise. A chamada “auto-diálise” é escolhida por cerca de 10% dos doentes renais. Conhecemos a história deste método experimentado pela primeira vez num humano com uremia em 1923?

História da Diálise (Parte 1) Das experiências caninas à máquina de lavar

Se hoje o termo diálise já flui no linguajar corrente dos nossos familiares e amigos, se ouve algumas vezes em telejornais, se há um Portal da Diálise, convém lembrar que no final dos anos 1960 ainda era um mistério bem guardado.

Caminhadas podem ajudar os doentes renais a viverem mais tempo

Em Portugal cerca de 800 mil pessoas sofrem de doença renal crónica. Estudo sugere que a prática de caminhadas regulares poderia ajudar as pessoas com doença renal crónica a viver mais tempo.

Lista de Artigos
Maioria de insuficientes renais portugueses consideram informação sobre as opções terapêuticas insuficiente

Em Portugal, cerca de 40% de insuficientes renais crónicos não têm a possibilidade de escolher o tratamento de substituição da função renal.

Rim artificial que garante mais liberdade aos dialisados está a caminho

Milhões de pacientes de diálise em todo o mundo poderão, a curto prazo, gozar de uma maior liberdade de movimentos, poupando dinheiro, através do uso de um dispositivo portátil que substitui a função do rim. É esta a convicção do presidente da Awak Technologies Pte Ltd, que pretende ter este produto disponível no mercado em breve.

Exames de sangue detetam doença autoimune do rim

Os exames de sangue que evidenciem anticorpos particulares podem diagnosticar com precisão a nefropatia membranosa, uma doença autoimune. Os pacientes com elevados níveis destes anticorpos tendem a ter uma doença mais severa, enquanto aqueles que registam níveis baixos geralmente experienciam a remissão.
 

 

A duração da sessão da Diálise pode ditar a longevidade dos pacientes?

Investigadores da cidade de Boston, Estados Unidos, apresentavam provas da existência de uma relação causa-efeito entre a duração da sessão de hemodiálise prescrita e o tempo de sobrevivência dos pacientes.

Fotojornalista documenta a sua experiência de viver com uma doença crónica

Luna Coppola, fotojornalista de 32 anos, descobriu que sofria de Doença Renal Crónica (DRC) em 2004 e assim viveu na última década. Primeiro viveu a doença em silêncio e quando a doença atingiu o seu ponto inevitável voltou-se para a diálise.

Os Analgésicos e os seus Rins | 5 Dicas

Ao abrir o armário dos medicamentos lá de casa, é provável encontrar pelo menos um tipo de medicação para as dores. Frequentemente as pessoas não se apercebem que esses mesmos fármacos que ajudam as dores de cabeça latentes a desaparecerem, que reduzem as febres e aliviam as dores podem ter efeitos colaterais perigosos, incluindo danos para os rins.

Lista de Artigos
Novidades

Tabela da Composição de Verduras e Legumes Crus 

Calculadora Nutrição - Ganho de peso interdialítico máximo - Total de líquidos permitidos em 24horas

Tabela da Composição de Alimentos. A sua alimentação constitui um pilar importante no tratamento da insuficiência renal.

Aumento do n.º de Transplantes Renais em Portugal

Sabia Que?

O Registo Nacional de Não Dadores foi criado em 1994 com o objectivo de viabilizar um eficaz direito de oposição à dádiva

Em Portugal, o primeiro transplante renal proveniente de um dador cadáver acontece em 1980.
A ingestão diária de sódio deve ser entre 1840 e 2300mg.
Mantendo um trânsito intestinal regular, favorece uma maior eliminação de potássio.
O excesso de sal implica acumulação de liquido no corpo.
Considera-se líquidos não só a água, mas também gelados, refrescos, sumos, bebidas alcoólicas, sopa, chá, cafe, leite...
Diabetes e Hipertensão são fatores de risco para a saúde dos rins
As principais causas de doença renal crónica no adulto são a diabetes mellitus, a hipertensão arterial e as doenças glomerulares.

Para que se consiga eliminar os produtos tóxicos é necessário um mínimo de horas.

Em Portugal 1 em cada 10 pessoas sofre de Doença Renal Crónica.

Todo e qualquer conteúdo apresentado nas páginas do website www.portaldadialise.com tem caráter estritamente informativo e educacional, e de nenhuma maneira substitui as informações ou apreciações de profissionais de saúde e especialistas das respectivas áreas de interesse aqui apresentadas, incluindo médicos, enfermeiros, psicólogos, educadores e nutricionistas.
Videos  |  Ver Todos
Outubro, 2014
DomSegTerQuaQuiSexSáb
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
ver todos
© 2014 Portal da Diálise - Todos os direitos reservados
Powered by LV Engine - connecting solutions