Alimentação & Receitas

O potássio actua ao nível do músculo e das ligações nervosas. O músculo do coração, o miocárdio, mantém um ritmo cardíaco normal devido à presença de potássio no sangue. Este mineral também é importante na manutenção do pH e equilíbrio hidro-electrolítico. É fundamental à vida manter valores equilibrados de potássio no sangue, uma vez que o seu descontrolo é perigoso e poderá acarretar risco de vida.

 

Na natureza, encontra-se distribuído, especialmente, em alimentos de origem vegetal mas, também, em alguns alimentos de origem animal.

 

Pretende-se manter o seu potássio entre 3,5 e 5,5 mmol/L no sangue. Saiba, mensalmente, junto do seu médico ou nutricionista/dietista, o seu nível de potássio no sangue e aconselhe-se acerca dos cuidados a adoptar para melhor o controlo.

 

Os rins saudáveis eliminam o excesso de potássio através da urina, controlando os níveis sanguíneos. No doente em hemodiálise, esse controlo está comprometido, podendo resultar na acumulação excessiva de potássio no sangue (hipercaliémia).

 

Principais consequências da hipercaliémia

  • Fraqueza muscular, falta de força nas pernas e incapacidade para andar

  • Alteração do ritmo cardíaco e palpitações

  • Paragem cardíaca

 

Adeque a ingestão de potássio, previna a hipercaliémia, evitando os alimentos mais ricos nesse mineral, reduzindo a ingestão de outros e seguindo as recomendações alimentares do seu nutricionista/dietista. DIAVERUM - PORTUGAL 

 

Um bom estado nutricional contribui para uma melhor qualidade de vida.

 

Cerca de 80% da composição energética do abacate é a gordura. No entanto, a maioria desta gordura é monoinsaturada, que é considerada uma gordura benéfica para a saúde. Como é um alimento com elevado teor em potássio, se desejar adicionar o abacate à sua alimentação, a quantidade indicada é de 55g (1/4 abacate pequeno), em substituição de uma das suas porções de fruta recomendadas. Serviço de Nutrição Diaverum Portugal – Brígida Velez

 

 

Nota:

Não deve prescindir do apoio do seu dietista/nutricionista que o auxiliará a conhecer os alimentos mais ricos em potássio, fósforo, quais os recomendados e quais a porções indicadas, adequadas e seguras para si, no seu dia-a-dia, com especial atenção e cuidado no período em que fica mais tempo (fim semana) sem fazer hemodiálise.

 

 

Publicado: portaldadialise | 2018-02-14 16:44 Última atualização: 2018-02-14 17:21:49 Fonte: Serviço de Nutrição Diaverum Portugal Tags : Alimentação, Fruta
Partilhar:
Portal da Diálise

"Privilegia informação clara sobre a doença renal, assentando numa base de conhecimentos científicos actualizados"

Artigos Relacionados
Comentários